10 agosto 2017

#minisermao (10/08/17)

Os apegos costumam ser fórmulas perfeitas para o fracasso; pessoas bem sucedidas não são apegadas ao sucesso. Veja o exemplo dos mártires, gente que não se apegou nem mesmo a sua vida e encontraram a forma do seguimento perfeito a Jesus. Jesus  que não se apegou a sua vida, mas entregou-se. Quem quer ser perfeito, deve viver esta dinâmica do amor que não se apega; do amor que vive na liberdade total; do amor que não fecha as mãos, não fecha os ouvidos, não fecha o coração, não fecha a sua mente. Quer entender as coisas numa dimensão mais profunda? Abra a sua mente às novas compreensões. Quem se apega ao que já sabe, não vai saber nada mais. (Jo 12,24-26)
Pe. Joãozinho, Scj.

Nenhum comentário:

Postar um comentário